SIGA-NOS
Formulário de Contato

Artigos e Informações

Psicologia e Odontologia: uma parceria que dá certo

Publicado no dia: 07/03/2019
Nos dias de hoje, a Psicologia aliada à Odontologia está se tornando cada vez mais frequente, apesar de ainda não ser tão comum no Brasil. Essa parceria nasceu da necessidade de averiguar como as doenças bucais e os comportamentos dos pacientes e dos profissionais estão interligados, podendo fazer com que a Psicologia e seus conhecimentos científicos possam oferecer benefícios neste aspecto. Mas será que se o profissional de Odontologia aplicasse os conhecimentos básicos da Psicologia em sua rotina diária seria realmente benéfico?

É certo de que essa ação propicia um melhor relacionamento entre paciente e profissional, com mais integração, sendo possível avaliar e correlacionar sintomas psicológicos e sintomáticos para chegar a um diagnóstico.

A Psicologia aplicada à Odontologia busca por uma análise do indivíduo, o qual é influenciado pelo meio ambiente físico e meio sociocultural em que vive. Estes aspectos são observados nas consultas durante o período em que o dentista conversa com o paciente, analisados e correlacionados com as doenças bucais em questão. Dessa maneira, é possível obter um diagnóstico mais integrado, correlacionando as informações com o estado atual do paciente.

Todas as especialidades odontológicas e profissionais da Odontologia podem usufruir da Psicologia, em todas as áreas de atuação. Por meio da Psicologia o dentista também tem condições de avaliar sua própria rotina de trabalho, suas dificuldades, sua personalidade e a maneira como se comporta perante seus pacientes. O sucesso de um atendimento não depende somente do êxito obtido tecnicamente em um tratamento, mas sim da maneira como o paciente é atendido e o quanto ele se sente à vontade em permanecer sendo cuidado pelo profissional.
« Voltar